VISITA DE ESTUDO AO CONVENTO/PALÁCIO DE MAFRA

No passado dia 27 de abril, os alunos das turmas A, B, C, D, E, F, G, H, e I do 12º ano realizaram uma visita de estudo ao Palácio/Convento de Mafra, acompanhados por professores de Português e de outras disciplinas.

A viagem para Mafra iniciou-se às 6h00 e o regresso foi por volta das 22h00.
Esta atividade teve como objetivo principal complementar e aprofundar o estudo da obra “Memorial do Convento” de José Saramago e constou de um espetáculo de teatro/leitura encenada e de uma visita guiada ao palácio e à basílica.

Relativamente ao teatro, os atores prenderam muito facilmente a atenção de todos com a sua expressiva representação, tendo destacado, entre outros aspetos da obra em estudo, o relacionamento entre Baltazar e Blimunda, as características do rei e a construção da passarola, símbolo da capacidade libertadora alicerçada na vontade dos homens.

Os guias da visita a este grandioso edifício estavam muito bem documentados e explicaram tudo pormenorizadamente.

Entre muitas outras coisas, lembramos ou ficamos a saber que o Convento de Mafra é o mais sumptuoso monumento barroco português e foi mandado edificar por D. João V para cumprir a promessa que fizera caso tivesse um descendente  para ocupar o trono; que durante a sua construção, Mafra parecia um enorme estaleiro constantemente coberto por uma nuvem de pó; que D. João V mandou construir este palácio, mas não chegou a usufruir dele, pois morreu no mesmo ano em que ele foi concluído, já com uma idade avançada  para a esperança média de vida da época; que este rei ficou conhecido pela dissipação de recursos financeiros provenientes das minas do Brasil, mas também como o maior mecenas da arte portuguesa setecentista; que, apesar do luxo ostentado pela nobreza da época,  só eram habituais três banhos durante a vida de cada pessoa.

De referir também que um dos locais mais esperados da visita, a Biblioteca conventual, superou as expectativas da maioria dos alunos.

Houve ainda a oportunidade de conhecer ou recordar as ruas e jardins de Mafra, de saborear a doçaria típica da região, de conviver e fortalecer laços de amizade.

Foi, portanto, um dia muito agradável e proveitoso que, certamente, todos recordarão com alegria e saudades.

Inês Ferreira e Marta Barbosa, 12º I

Comemoração do Dia da Poesia na ESAG

 

No dia 21 de março, pequenos grupos de alunos de algumas turmas do ensino básico e secundário da nossa Escola, comemoraram o Dia da Poesia, declamando poemas de diversos autores em diferentes turmas.

Os alunos envolvidos selecionaram textos de vários poetas, como, por exemplo, Antero de Quental António Gedeão, António Nobre, David Mourão-Ferreira, Eugénio de Andrade, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Mário Dionísio, Sebastião da Gama e Sophia de Mello Breyner Andresen.

Penso que tenha sido uma atividade interessante e pertinente, pois proporcionou um agradável contacto com a Poesia, motivando para o seu estudo, e envolveu leitores de diferentes idades, permitindo, assim, uma maior interação entre os alunos da escola.

 

 Mariana Braga, 12º I

Peer Motivation

Peer Motivation (motivação inter-pares) – desafio lançado pela professora de Inglês a alunos do 11º ano – uma apresentação oral aos seus pares, alunos mais novos, a fim de os motivar para apresentações orais mais complexas/elaboradas.

Quatro alunos do 11º E fizeram apresentações orais em língua inglesa à turma J do 10º ano – curso profissional – tendo merecido os maiores elogios por parte dos seus colegas. A experiência foi considerada bastante motivadora por todos os intervenientes.

11º E_peer motivation_Sérgio; Simão_2017Sérgio Silva/Simão Pinho

 

11º E_peer motivation_André_2017André Santos

 

11º E_peer motivation_Rosário_2017Rosário Nunes
Fotógrafa: Inês Costa (10º J)
Conceição Teixeira,
professora de Inglês e coordenadora do grupo disciplinar

 

Comemorações do 25 de abril

25abril

Vídeo das comemorações

Há 43 anos, Portugal foi invadido por uma onda de liberdade, consagrada pela prestigiada Revolução dos Cravos, a 25 de abril de 1974. Este momento histórico, não só para Portugal mas também para todo o mundo, é hoje celebrado na nossa escola.

As turmas de 12º ano E e F, juntamente com a professora Helena Viana, Teresa Novais e Bárbara Teixeira e o professor Amilcarino Guedes, assim como os outros docentes, empenharam-se em preparar um dia especial que reflita a grandiosidade e o impacto desta data no nosso país.

Desta forma, teremos da parte da manhã a palestra “O 25 de Abril e a Guerra Colonial”, que reúne testemunhos e memórias sobre esta época e que conta com a ilustre presença de Abel Fortuna, Presidente da ADFA, José Lage, Diretor do Museu da Guerra Colonial e Manuel Ferreira, membro da direção do referido museu.

Na 6ª feira, dia 28 de maio, presenciaremos ainda a outra palestra da parte da manhã intitulada “Mães de Guerra”, com a participação de Lucília Monteiro, fotojornalista do jornal Expresso.

Além das palestras, haverão também momentos de leitura e poesia, projeção de documentários e vídeos, momentos de música e exposições.

Contamos com a presença e participação de todos!

Estudantes americanos na ESAG‏

aula com americanos_abril 2017_11º E

Os nossos amigos estão de volta!

Uma equipa de alunos de 10º e 11º ano de San Diego, Califórnia, chegou à escola ontem, dia 19, e permanecerá até ao final da semana, ao abrigo do Projeto de Intercâmbio Internacional promovido pela associação de juventude Connexxion Portugal.

Este intercâmbio entre estudantes portugueses e norte-americanos tem como objetivo principal proporcionar a ambos os grupos de estudantes (nacionais e internacionais) a oportunidade de conhecerem as respetivas culturas através da interação uns com os outros. Esta interação visa: permitir aos estudantes nacionais a vivência da língua estrangeira (Inglês) por um nativo dela, gerando curiosidade, interesse e aumento de empenho no processo de aprendizagem; proporcionar a ampliação da habilidade de desenvolver estratégias para lidar com o diferente; desafiar o estudante a comunicar a outro estudante a forma como encara o mundo e a si próprio, vencendo a barreira da língua e da cultura, estimulando a sua autoconfiança e aperfeiçoando a sua capacidade de comunicar.

Os destinatários desta atividade são alunos das turmas de 10º e 11º ano que estejam a frequentar as aulas de Inglês. De 19 a 21 de abril, cada turma recebe o grupo de estudantes norte-americanos durante uma aula de Inglês de 50 min.

Conceição Teixeira,
coordenadora do grupo de professores de Inglês

Oferta educativa 17/18

Divulgamos a oferta educativa para 2017/18

Os encarregados de educação que pretendam conhecer a ESAG e o seu projeto educativo, podem fazer uma pré inscrição e serão posteriormente contactados. A pré-inscrição não garante vaga e não substitui a matrícula, que deverá ser realizada na escola que o aluno frequenta.

Ensino Básico

7º ano – Como na Vida!

Cursos Científico Humanísticos do Ensino Secundário

Curso de Ciências e Tecnologias

Curso de Ciências Socioeconómicas

Curso de Línguas e Humanidades

Curso de Artes Visuais

Cursos Profissionais (a aguardar aprovação)

Técnico de Turismo

        Técnico de Comunicação e Serviço Digital (Comércio eletrónico) – Novo

Técnico de Comércio

Técnico de Informática de Gestão

 

Vox Populi

Depois de tantas atividades, eis que tentamos perceber quais as preferidas. Os alunos da ESAG dixerunt.

 

Terceiro Lugar

Atividade «Diz Não à Violência no Namoro»

 

 

Segundo Lugar

Atividade «Laboratórios Abertos de F.Q.»

 

 

 

Primeiro Lugar 

Atividade «O Autocarro»

 

 

Catarina Novais

Quando a Matemática faz magia

O projeto “A Magia e a Matemática” espantou matematicamente vários alunos nestes dois dias que passaram. Os “truques de magia” foram efetuados com recurso a uma matemática mais avançada, pois esta era a que se encontrava por detrás desses mágicos truques.
Uma das organizadoras da atividade, Margarida Pereira, frisa que o fulcral objetivo desta iniciativa foi mostrar que a matemática também pode ser engraçada. Quem sabe se com este projeto não foram despertos alguns espíritos mais críticos.
Bernardo Lourenço

CINEsag

O cinema espanhol invadiu os Dias de Encontro. Nesta edição pudemos contar com um “mini-ciclo de cinema” como diz o professor Nuno Gonçalves.

Esta iniciativa surgiu com o objetivo de mostrar aos alunos um pouco das películas realizadas pelos nuestros hermanos.

Os dois filmes passados (La Voz Dormida e Habla com Ella), despertaram interesse em alguns alunos e, apesar de não ter sido uma atividade muito procurada, os seus participantes afirmaram terem gostado bastante.

O professor, que muito contente se mostrou com os resultados da atividade, acrescentou ainda que seria muito bom a existência de mais iniciativas como esta. “Há imenso cinema espanhol contemporâneo com qualidade para dar a conhecer e é uma pena que nós portugueses o não conheçamos”.

 

Catarina Novais

Diz NÃO à violência no namoro!

Um flagelo acutilante e subtil dos dias de hoje é a Violência no Namoro. Assim sendo, os alunos de quatro turmas do secundário, liderados pela professora Helena Ribeiro, idealizaram e dinamizaram uma campanha antiviolência no namoro.

Esta tem como foco mover mentalidades, preparar e informar os mais jovens sobre este problema, combatendo-o assim.
Mesmo reconhecendo que o processo de mudança será lento e progressivo, as apostas na atividade foram altas, tal como o número de alunos que por ela passou.
O projeto foi alegremente abraçado por diversos alunos que exprimiram a sua opinião. Desde a anterior participação numa parte inicial do projeto, passado pela necessidade de expor o referido malefício até ao facto da falta de consciência da gravidade da situação, foram vários os motivos que levaram à adoção do projeto por parte dos alunos do projeto.
Estes, no entanto, tristemente, confirmaram que sentem que o projeto terá pouca visibilidade, pois admitem que embora os alunos da ESAG possuam atitude, ainda não possuem a maturidade necessária para assimilar as informações divulgadas na sua plenitude.
A professora Helena Ribeiro frisa ainda que o projeto foi dinamizada em parceria com a Casa da Juventude e com a BugLatino, instituição internacional que visa promover projetos antiviolência.
Bernardo Lourenço

Oferta educativa

Não quebrando as boas tradições, a ESAG, mais uma vez, dá a oportunidade a outros alunos do concelho de conhecer a escola, as ofertas nas suas áreas de ensino e ainda os seus ideais.

Recolhidas várias impressões de alunos visitantes, as impressões foram positivas, focando-se no design da escola e na dinâmica desenvolvida nestes dois dias.
Bernardo Lourenço

Agarra o futuro…. Com a ESAG

Este foi o slogan de mais dois dias de Oferta Educativa na ESAG.

Recebemos no 1º dia 152 alunos provenientes da escola de Guifões, Agrupamento EB 2, 3 de Matosinhos e Lavra, recebemos 8 professores destas escolas e quando falo de “recebemos” estou a falar, igualmente, do envolvimento de 55 professores e alunos da ESAG.

Nesse mesmo dia tivemos a presença de 24 alunos do 4º ano do Externato António Nobre e 40 alunos do Jardim Escola João de Deus e 7 alunos a título pessoal candidatos ao nosso Como na Vida!.

No 2º dia foram, só numa manhã, 90 alunos de Perafita com 4 professores e alunos de Leça da Palmeira, estes a título pessoal e a recebê-los a ESAG com 19 professores e alunos.

Momentos muito especiais.

Ao ver o envolvimento das nossas psicólogas e dos professores do secretariado ao transporte dos alunos passando pela orientação da visita à escola, ao ver

Ao ver o empenho e disponibilização dos alunos de Turismo do 10I , como cicerones destas visitas,

Ao assistir à oferta educativa com a Constança, a Carolina, o Carlos, a Mariana e as suas marionetas, o Diogo, a Inês, a Sofia, a Marta, e o Bernardo ( que ainda agora estaria a falar de como é feliz na sua escola), a Sara, a Ema, e até Tiago que de fotógrafo passou de improviso a palestrante da sessão… esqueço-me de alguém? Espero que não. E Fica-me nos olhos o brilho de quem acompanhou os cicerones Guilherme, Carolina, Pedro, Rui, João. Janin, Diana, Maria, Agnes, Tatiana, Ana, Vasco, Pedro e as Franciscas.

(uma palavra muito especial à palestrante nº 1, a psicóloga Samanta Marques e à presença sentida da Ana Prata).

Temos alunos felizes! Que falam e sentem esta escola como sua. Que falam de trabalho e de organização de estudo. Que falam de conhecimentos e de competências. Que falam das instalações e da disponibilidade dos professores. Que falam das suas escolhas … Que falam da vida e da cultura da escola que se consideram “sortudos” e com orgulho se denominam “dinossauros da ESAG” porque aqui estão desde o 7º ano.

Sinto-me um professor feliz.

 

 

Georgina Cardoso Teixeira

Ciências para todos!

Tal como já é habitual nos Dias de Encontro, os laboratórios da área das ciências foram abertos à comunidade escolar.

Em biologia havia a possibilidade de visualizar células do epitélio lingual assim como obter as cores da bandeira portuguesa utilizando couve roxa.

Em geologia, destaca-se a coleção de minerais venenosos do professor José Félix. O professor teve a amabilidade de nos falar da sua paixão por minerais e explicar um pouco sobre cada um.

 

Nos laboratórios 5, 6 e 7, a Física e a Química estiveram em ação. Quem visitou as exposições pôde perceber o contexto científico das experiências que ali decorreram. Apesar de parecerem extraordinárias e complicadas, são muito simples. Entre as várias experiências, destacam-se o laser que dança ao som da música, o lápis e bolas que levitam, uma lâmpada feita de grafite bem como hologramas.

Assim, esta atividade permitiu a partilha do conhecimento, a associação das ciências à nossa vida e aproximação à comunidade escolar aos horizontes científicos.

 

Cristiana Ferreira, Jorge Afonso Martins e Mariana Nascimento

À procura da Matemática

Este ano, pela primeira vez, foi organizado o Peddy Paper Matemático. Os alunos tiveram de usar a massa cinzenta para resolver problemas matemáticos.

Com a parceria do ISEP e de uma Universidade em Frankfurt a escola desafiou os seus alunos numa das mais difíceis disciplinas, dando-lhes um novo olhar.

No final da prova era possível ver os participantes entusiasmados, mas também cansados e, sem dúvida, com uma nova experiencia.

Para os vencedores, aqueles que obtiveram o maior número de respostas certas, no menor espaço de tempo, houve também prémios, gomas e dois livros.

Os vencedores na categoria dos 7º e 8º anos foram Leonor Rodrigues, Matilde Ribeiro e Núria Carvalho do 8º B. Dos 9º anos os melhores foram do 9º B, Edgar Gouveia, Sofia Margarida Ferreira, Matilde Maia e António Gomes. Para a categoria do Secundário os campeões foram do 11ºE, André Santos, Cristiana Ferreira, Mariana Nascimento e Sérgio Silva.

“Quando partimos para esta iniciativa não estávamos a contar com uma adesão tão grande” –Professora Maria José Borges

“É (uma experiencia a repetir), com outras disciplinas sem ser a matemática”- Diogo Ribeiro 11ºA

Jorge Afonso Martins

CESTO… 3 pontos para a ESAG!

Esta manhã, no recinto exterior da escola, ocorreu um torneio de street basket onde os alunos, divididos, em equipas de três, mostraram as suas habilidades e encarnaram o glorioso Michael Jordan, provando que a atividade física é essencial ao desenvolvimento do indivíduo.

“É uma excelente atividade para dinamizar a prática desportiva e, com este tempo soalheiro, dá para realizar a atividade cá fora, o que é melhor, visto que dentro do pavilhão não teria tanto impacto, o que comprometeria o principal objetivo da iniciativa: incentivar as pessoas a jogarem basket”, afirma Miguel Pereira, aluno da turma 12ºI, relativamente a esta atividade. O Miguel é jogador de basket no Guifões Sport Club e aderiu a esta atividade de forma imediata mal soube da sua dinamização.

Prova-se, uma vez mais, que o saber não está apenas dentro da sala de aula, tendo as atividades desportivas um papel crucial na nossa aprendizagem. Questionámos o Miguel sobre a possibilidade desta iniciativa se transpor para a próxima edição dos Dias de Encontro: “Acho que sim, deve-se repetir a atividade, embora eu já não esteja cá para participar, pois a escola tem bons jogadores e com potencial”, responde, “num dia bom, numa escola boa, tem tudo para a atividade se realizar e ser perfeita!”.thumbnail_IMG_3732

Miguel Pereira, 12ºI

 

Rute Bessa

 

Aprender nos Dias de Encontro

Os Dias de Encontro estão aí.

Muitas são as oportunidades de todos participarem e, principalmente, de aprenderem de forma diferente. É fundamental dar a voz aos alunos para propor, organizar e fazer atividades de que gostam. E muitas são as revelações: alunos que fotografam e fazem crepes e pão; apps e apresentações; uns jogam xadrez, outros “conduzem autocarros” e carros por radio controlo, …

Os professores,  como é habitual, também fazem magia: a Matemática está cada vez mais ativa e sedutora; as oficinas  das Ciências  – das dáfnias, dos fósseis, das dobras e falhas, … – com uma participação imbatível; o Desporto sempre em alta; as Artes reinventam os nossos espaços e o nosso olhar;  as Línguas adoçam o nosso ouvido e chamam-nos para outras latitudes.

As entidades que colaboram com a ESAG são ainda uma mais valia preciosa – Casa da Juventude, Bombeiros, ULSM, UMAR, Instituto Hanban, entre muitos outros – vêm enriquecer a nossa escola e fazer da ESAG uma verdadeira Escola de Compreender o Mundo.

É muito bom poder viver e participar nestes Dias de Encontro de culturas e experiências tão diferentes, pois é nesta diversidade criativa que aprendemos a ser melhores alunos e melhores pessoas, preparando-nos para as incertezas que ousamos descobrir.

Obrigada a todos!!

Ana Isabel Moura

 

A ESAG vai além fronteiras

Decorreu, no auditório, uma palestra de preparação para o futuro onde estiveram presentes vários alunos. O tema “Estrangeiro: estudar, estagiar, voluntariado” foi dinamizado pela Vida Edu, uma empresa portuguesa que tem o objetivo de ajudar jovens a ter experiências fora de Portugal, seja para trabalhar ou estudar.

Muitos alunos da escola estão agora a terminar o Secundário e ainda têm algumas dúvidas em relação aos próximos anos. Estes alunos obtiveram informação sobre anos sabáticos, estágios não remunerados em empresas, voluntariado, trabalho de verão ou AuPair (fazer babysitting, numa família durante meio ano). Todos estes programas estão disponíveis a partir dos 18 anos).

 

Estou a gostar muito do evento deste ano, está muito bem organizado e tem atividades interessantes. A palestra “Estrangeiro: Estudar, estagiar ou voluntariado” foi espectacular e ajudou-me em algumas decisões futuras, confidenciou-nos Sérgio Silva, motivado pelas várias possibilidades que se lhe deparam.

 

A adesão ao evento demonstrou a preocupação dos alunos da ESAG sobre os seus desafios de futuro e a melhor forma de lhes corresponder.

 

Jorge Afonso Martins

Dias de Encontro: Feedbacks

“Estou a gostar muito do evento deste ano, está muito bem organizado e tem atividades interessantes. A palestra “Estrangeiro: Estudar, estagiar ou voluntariado” foi espectacular e ajudou-me em algumas decisões futuras.” – Sérgio Silva

 

“Os dias de encontro estão a ser fixes, no entanto, comparativamente ao ano passado, existem poucas atividades e menos organização.” – alunas do 10º ano

 

“Estou desiludida com os Dias de Encontro deste ano. Na minha opinião, há menos organização e poucas atividades. Porém, este evento serve para conhecermos pessoas novas e conviver portanto, é uma mais-valia para a escola.” – aluna do 10º ano

 

“Este ano existem menos atividades e menos animação na escola. Como sugestão para o próximo ano, deveriam apostar numa maior diversificação das atividades e na animação de espaços comuns com dança e música.” – aluna do 11º ano

Bola na barra

O objetivo desta atividade era acertar com uma bola de futsal na trave.

Os participantes consideraram difícil, sendo que tiveram de tentar mais de quatro vezes. No final, entrevistamos dois alunos do 7º ano, amantes de futebol, que conseguiram alcançar o propósito do jogo.

 

Os alunos, Sérgio Carvalho e Tiago Franco, explicaram-nos que foi complicado acertar com a bola devido à dureza da mesma.

 

Catarina Novais, Catarina Gonçalves, Tiago Rodrigues

Autocarro 502

O autocarro invadiu a ESAG de criatividade e humor. Falamos com os passageiros no final da viagem.

 

A cigana, interpretada por Maria Prendas, disse-nos que escolheu esta personagem uma vez que os seus pais estão a desenvolver um projeto para mostrar a cultura cigana.

Rúben, o frade, escolheu a sua personagem por se identificar com ela pois é reservado e calado.

A atividade superou as expectativas. Foi muito positiva, tendo deixado os alunos e a professora Maria Isabel Silva bastante satisfeitos. A organização do evento foi o único aspeto negativo apontado.

O Autocarro 502 rapidamente despertou a curiosidade e o interesse de quem estava no polivalente e, em poucos minutos, formou-se um aglomerado de pessoas e muitos risos.

 

 

Catarina Novais, Catarina Gonçalves e Cristiana Ferreira

 

Dias de Encontro: Feedbacks

Tal como na edição anterior dos Dias de Encontro, recolhemos opiniões dos alunos e da comunidade docente da escola.

“No ano passado os Dias de Encontro foram melhores, por exemplo, nos anos anteriores, no polivalente, havia sempre atividades, música e outras iniciativas, o que já não acontece este ano”, afirma Gabriela Saraiva, aluna da turma 11ºC.

No átrio, enquanto o Peddy Paper Matemático estava a ser preparado, questionámos alguns docentes, entre os quais, a professora Margarida Pereira, que contraria a opinião da Gabriela, anunciando que os Dias de Encontro se caracterizam por serem “stressantes, com muita animação e muito trabalho mas com muita gente feliz!”.

“(Os Dias de Encontro) Estão a ser “super” interessantes, estou a adorar este ano!”, opina Mariana Silva, do 11ºH, que se revela bastante satisfeita.

Questionamos também alunos do ensino básico, do 7º ano, que embora seja o primeiro ano deles aqui na ESAG, já “sentem” o espírito da nossa escola. “Estamos a gostar dos Dias de Encontro e, na nossa opinião, estão bons. O melhor é mesmo não ter aulas!”, admite a Inês, do 7ºA.

Para finalizar, André Évora, do 11ºF, expressa a sua opinião, afirmando que “Os Dias de Encontro estão a ser fixes, mas acho que podia haver mais atividades da parte da tarde, visto que as melhores atividades estão quase todas concentradas na parte da manhã.”

Rute Bessa

Palestra: Energia do futuro – barata e renovável

No dia 31 de março, o prof. Dr. Adélio Mendes, professor catedrático da FEUP e investigador de renome internacional na área das energias renováveis, visitou a ESAG  interagindo com mais de 140 alunos dos 10º, 11º e 12ºano de ciências e tecnologia.

Do ponto de vista científico, o prof. Dr. Adélio Mendes conta com mais de 250 artigos em revistas internacionais e 21 famílias de patentes, tendo dinamizado diversos projetos nacionais e internacionais.

Tendo por base o tema “Energia do futuro: barata e renovável” incentivou os nossos alunos a descobrirem os seus talentos e a comprometerem-se enquanto cidadãos, para um futuro sustentável.

 

O grupo 510 agradece a disponibilidade do professor Adélio.

Alexandra Gurtner

 

Poesia no laboratório

A abertura dos momentos de poesia aconteceu com a Beatriz Lé, do 12ºA, no laboratório 2.

A Beatriz presenteou um público de pequenos cientistas com o poema Lágrima de Preta de António Gedeão.
Neste momento de atividade experimental, o poema foi uma lufada de palavras ditas e sentidas com compromisso científico mas de fruição estética.
“Foi estranho, surpreendente até, mas, ao mesmo tempo, muito bem vindo pois este é um poema sobre ciência, de um grande senhor da ciência! – confidenciou-nos o professor Abílio Pinto, responsável pelo Laboratório 2.
É importante perceber que a poesia está em tudo e que as palavras traduzem muitos estados e situações, umas do quotidiano, outras do foro introspetivo, ambas da vida.
“Há poesia na ciência. Sabe bem ouvir ciência em plena metáfora de sensações” – Abílio Pinto

 

 

Catarina Novais e Catarina Gonçalves

Autocarro Alucinante

O 8°A decidiu participar e arrebatar nos dias de encontro.

Com a ajuda da professora Maria Isabel Silva, docente de português, apresentaram um sketch dramático-humorístico. “O Autocarro” foi o nome escolhido para a atividade.
Com bastante ironia, retratou-se, neste sketch, algumas personagens tipificadas da nossa sociedade, no que toca a autocarros. Os alunos participantes conseguiram divertir a Esag com a sua atuação, num momento descontraído e musical.

O objetivo fulcral do projeto residiu no facto de mostar à comunidade escolar que a comunicação não tem exclusivamente de derivar da fala e do diálogo, mas sim também do movimento e da linguagem não verbal. Música e comportamentos, num momento divertido que a todos inspirou numa alucinante viagem de autocarro.
Bernardo Lourenço

Vai um joguinho?

IMG_5123Na sala P11, no decorrer dos Dias de Encontro, está a ser dinamizada a tradicional “Sala de Jogos”, organizada pela professora Arminda Gonçalves e pelo professor Luís Reis. Nesta sala encontram-se vários jogos de tabuleiro onde todos os alunos estão convidados a usufruir dum momento bem passado, entre o xadrez, as damas, o “Sushi Go”, entre outros.

Ao entrar na sala, podemos ver várias mesas repletas de alunos interessados e com vontade de aprender, de forma lúdica. O Xadrez, por exemplo, destacou-se pois a escola ficou colocada em 5º lugar a nível distrital. Esta atividade teve também a colaboração do grupo de board gamers do Porto.

A professora Arminda Gonçalves convida todos os alunos a passarem na Sala de Jogos e a desafiarem as suas capacidades!

Afonso Hora e Rute Bessa

Momentos doces

No âmbito da disciplina de Francês, o workshop de crepes tinha como principal objetivo dar a conhecer mais sobre a gastronomia francesa aos alunos do Ensino Básico. Cada aluno confecionava o seu crepe com a ajuda da professora Manuela Neto.

Os alunos aderiram à atividade e mostram-se muito satisfeitos, assim como a professora.

 

 

Catarina Novais, Catarina Gonçalves, Cristiana Ferreira